quarta-feira, 18 de março de 2015


Segundo o Wikipédia, ansiedade é:
" é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração, e outras alterações associadas à disfunção do sistema nervoso autônomo."
Pra mim, pessoa ansiosa, a ansiedade é aquela coisinha chata que não te deixa relaxar, aquilo que te deixa naquela eterna briga entre teu sono e teu descanso.

Aquilo que te faz temer o amanhã por causa do ontem, sem te deixar viver o hoje.

Ela te afasta da lógica e muitas vezes te faz perder bons momentos.

Coisas legais passam despercebidas pela tal da ansiedade.

Você  não consegue se acalmar e quando tenta descreve-la, simplesmente as palavras se atropelam não te deixando seguir um raciocínio preciso.

A ansiedade te faz acreditar que tudo é pra sempre, como se você tivesse mergulhado num pesadelo e não conseguisse  acordar pra superfície.

É o que te faz sentir um estranho dentro de você, quando parece impossível fazer coisas que antes eram completamente normais.

Ansiedade é aquilo que te faz tremer sem motivo, que não deixa seu corpo descansar, ignorando seu relógio biológico.

Ela é aquela coisinha cri cri que te desanima a começar algo legal, por que te lembra a todo instante que o caminho a percorrer é longo.

Mas uma coisa que a ansiedade não sabe é que contra ela existe duas rivais muito poderosas: a paciência e a força interior.

Que ela pode vir uma, duas, dez vezes ou mais, mas quando essa dupla resolve entrar em ação, ah ansiedade, você se torna tão pequena!

A paciência fica lado a lado com a "adversária",  chega de mansinho e nem se faz perceber.

Só observa calada a ansiedade agir e no menor relapso de atenção chama a força interior pra junto dela e trabalhando em equipe colocam a adversária no seu devido lugar.

O papel dessa dupla não é aniquilar o inimigo. 

É simplesmente mostrar a ansiedade que ela não está com essa bola toda.

Que ela pode existir e que muitas vezes sua presença é até normal e aceitável, mas que não pode dominar sozinha a vida de ninguém, ela tem que se colocar no seu devido lugar.

Até que um dia a paciência e a força interior ensinam a ansiedade a viver em comum acordo.

A paciência mostra que tudo tem o seu tempo, que o passado ensina, que o futuro traz esperança e que o momento de agora é único, por isso o chamamos de presente.

Já a força interior avisa que está de olho, ensina a ansiedade a ponderar, deixando bem claro seu papel.

"Pode se mostrar presente, mas saiba que estou aqui de olho em você e no menor sinal de abuso de poder eu entrarei em ação." - diz a força interior.

Muitas vezes a ansiedade se mostra estar sozinha na nossa vida, mas se a gente se apegar aos pequenos detalhes, vamos ver que a paciência e a força interior sempre estiveram ali, presentes. 

Elas fazem parte da gente!

Não tema esse duelo, o resultado será satisfatório.



 Não há perdedores.

Que o confronto comece!

Bjsss.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Postagens populares

Vídeos Recentes

Receba o Feed